(artigo publicado no Correio Brasiliense de 21/05/2000)

Efeitos sociais da ciencia

Benicio Viero Schmidt
Centro de Pesquisa e Pos-Graduacao sobre America Latina e Caribe
Universidade de Brasilia - UnB

As mudancas em processos sociais basicos de producao material e de formas de organizacao tem sido constantes no mundo contemporaneo. A velocidade das mudancas tende a ser confundida com a propria definicao da etapa historica em que vivemos. Existir e' estar em mudanca permanente.

Nao se trata mais de avaliar as consequencias determinadas pela criacao da maquina a vapor, nem do aviao a jato, em nossos dias. Agora, mais do que nunca, as mudancas produtivas e as formas de organizacao social vao depender da agregacao de conhecimentos e informacoes.

As paredes, as maquinas e mesmo os homens tornam-se precarios e obsoletos, rapidamente. O que importa e' a quantidade e a qualidade do conhecimento e da informacao disponivel, crescentemente.

Na trilogia A Sociedade da Informacao, Manuel Castells sublinha algumas consequencias gerais dessa transformacao, onde a producao e' determinada pelo conhecimento, ou seja, pelo resultado da ciencia.

A URSS comecou a ser desmontada, alem das razoes conhecidas, pela gestao burocratica, centralizadora, da informacao disponivel no proprio aparelho de Estado e da producao de seus cientistas. Tudo era submetido ao controle das razoes de Estado. Facil prever a resultante de um processo que, em si mesmo, necessita ser altamente contraditorio e competitivo, portanto, aberto.

Ja' em 1930, o historiador Karl Witfogel estudava as sociedades asiaticas e o Egito sob o conceito de sociedades hidraulicas. Nelas, a escassez de agua levou a grandes obras de engenharia, sob o comando implacavel de uma enorme burocracia estatal, em que a propriedade privada da terra surgia como obstaculo 'a seguranca social e do proprio Estado.

China e Russia, ainda formacoes pre-capitalistas, aproveitaram sua heranca historica e sobre ela erigiram seus regimes socialistas. O centralismo autoritario russo e chines tinha uma longa historia, antes mesmo do advento do socialismo conhecido no seculo XX.

Do ponto de vista politico, as transformacoes implicam mudancas ainda imperceptiveis 'as elites politicas tradicionais. No Brasil, a massificacao da educacao formal liderada pelo governo federal, acoplada 'a maior disponibilidade de informacoes em rede, tende a alterar certos pactos de dominacao coronelistica.

O estilo de dominacao politica tradicional, baseada na manipulacao da vontade e de sua representacao, nao desaparecera', mas esta' sendo transformado. Sao as novas bases mediaticas de captacao das expectativas e de sua expressao que estao em jogo.

Nao somente na politica, mas tambem na esfera religiosa. Padre Marcelo, representante do pensamento mais tradicional da Igreja Catolica no pais, e' lider de massas e um dos cantores mais vendidos em discos do planeta!

A partir de experiencias na Australia, paises nordicos e EUA, estao em marcha processos de consulta politica online sobre questoes de interesse publico; os quais deverao alterar, substancialmente, os modos de gestao publica, sem relacao com o funcionamento pesado das maquinas dos partidos politicos.

E' a ''Republica Eletronica'', em marcha batida contra os interesses dos aparelhos tradicionais de representacao e agregacao da vontade politica.

Do ponto de vista individual e social, as aceleracoes determinadas pelo uso generalizado dos produtos cientificos, expressos em novas tecnologias, trazem grande inseguranca.

O fenomeno classico da anomia social (ausencia de referencias a grupos primarios de relacoes), pedra fundadora da sociologia moderna (Durkheim), traz consequencias imediatas sobre politicas de controle social.

E' o caso exemplar dos programas governamentais contra a violencia urbana; todos em processo de desmoralizacao, dada a falta de eficacia.

Na verdade, as mudancas assolam o tecido social implacavelmente, nao permitindo rapida reconstrucao de procedimentos de socializacao, de compatibilizacao entre as mudancas trazidas pela tecnologia e as aspiracoes e os comportamentos individuais e grupais.

Criticos da modernidade contemporanea, como Herbert Marcuse, ainda nos anos de 1960, sublinhavam a ''falta de equipamento psiquico'' do homem pos-Segunda Guerra Mundial, ante as novas formas organizativas e de conteudo das relacoes sociais.

Assim como as grandes corporacoes, os homens devem pagar um custo de velocidade sobre as mudancas em processo.

O modo e a vez do enfrentamento de questoes como essas definem, em ultima analise, a famosa qualidade de vida nas sociedades contemporaneas (S. Bertman, The Futurist, dezembro 1998).

O choque do futuro de Alvin Tofler (1970) ja' chegou; trata-se de estabelecer mecanismos de adaptacao estrutural permanentes em todas as dimensoes sociais, visando a manter altos niveis de qualidade de vida.

Isso implica reavaliacao de todas as politicas com impacto publico direto, dado que suas bases materiais estao sendo alteradas pelas conquistas da ciencia, traduzidas em tecnologias disponiveis.

Assim, e' bom anotar alguns casos atuais. Os transgenicos estao no centro de polemica atual, envolvendo o consumo de produtos alterados tecnologicamente. A questao e' particularmente sensivel no Rio Grande do Sul, onde o governo tem posicao radicalmente contra os transgenicos.

Os gauchos tem tradicao de debates sobre ecologia, pois foi ai que surgiram o movimento ecologico no Brasil (1970), a primeira lei brasileira de controle de agrotoxicos (1980), e onde foram denunciados problemas em seres humanos pelo uso desses produtos, com destaque para o nascimento de criancas com deformacoes no cerebro.

A novidade e' que pode haver lucro para os agricultores gauchos engajados na politica de uso de sementes tradicionais. Cresce, tambem, entre paises europeus, a tendencia 'a rejeicao de produtos transgenicos, antes de testes finais de qualidade e seguranca, o que devera' tomar muitos anos, ainda.

As mudancas tecnologicas determinam a necessidade de crescentes controles reguladores do futuro da ciencia. Alem disso, a bioetica tem debatido os multiplos efeitos da clonagem e do uso de orgaos no processo de reproducao humana. Iniciativas que tem crescido no Brasil.


volta Copyright © 2000 todos os direitos reservados